Compartilhar

A Apple sempre foi refência para todo o mercado e com a especulação da Apple em ter 3 cameras, vários fabricantes se anteciparam para ter também a opção de multi-câmera. Mas já dizia o sábio Steve Jobs:

"A inovação diferencia um líder de um seguidor!"

Com a ida da Apple para a multi-câmera, diversos fabricantes se jogaram em ter mais e mais câmeras. Exemplo da LG que lançou um smartphone com nada menos que 16 câmeras!

Surreal! Mas é verdade o LG L16 tem 16 câmeras!

Mas qual a verdadeira intenção em se ter multi-câmeras?

Obviamente, várias câmeras aprimoram fotos e tornam os smartphones mais parecidos com DSLR. Mas, mais importante, eles fornecem dados de alta resolução para aplicativos de AI e AR.

Um bom exemplo vem da startup Lucid, baseada no Vale do Silício, que você pode conhecer como criadora do VR180 LucidCam e o cérebro por trás da revolucionária câmera Red 8K 3D.

As câmeras de smartphone já podem identificar e fornecer informações adicionais sobre o que quer que elas apontem. Eles nos permitem coletar dados visuais e ver objetos de realidade aumentada colocados no mundo real. Câmeras frontais podem melhorar a segurança através do reconhecimento facial.

Acima vemos um exemplo de como a câmera usa o recurso de infra vermelho para mapear o rosto. Nesse mapeamento ela realiza o cálculo de profundidade (Esse certamente é o ponto mais importante no Iphone 11)

Enquanto os nerds da fotografia ficaram animados com smartphones abordando a qualidade da fotografia DSLR, os nerds de dados devem ficar ainda mais animados com a possibilidade de usar esses sensores como máquinas de coleta de dados. 

A câmera do Iphone 11

As câmeras são as estrelas do show. É por isso que a Apple passou um bom tempo falando sobre “ciência louca da fotografia computacional” e o Deep Fusion, um recurso de software futuro que tirará 9 imagens de uma só vez com as câmeras do Pro e depois as combinaria em uma única imagem super nítida.

O Modo Noturno será capaz de realizar melhorias consideráveis nos registros feitos em ambientes de baixa luminosidade.

Os novos iPhones contam com o Modo Noturno automático, graças a um HDR inteligente que usa aprendizado de máquina para identificar detalhes mais nítidos e descartar os de menor qualidade em locais escuros.

Vídeo demo do Iphone 11 com modo norturno, Clique aqui e veja mais.

Apresentando o ARKIT da Apple e explicando o que ele tem haver com a melhora das câmeras.

"Imagine se a linha entre o real e o virtual não existisse.

Sua sala de aula se transformaria no cosmos.
O passado seria tão vivo quanto o presente.
E o que você conhece seria diferente de tudo o que já viu.

Com o iPhone e o iPad, essas experiências são mais que possíveis, elas estão aqui. A realidade aumentada é um novo jeito de usar a tecnologia que está transformando como você trabalha, aprende, joga e se conecta com quase tudo ao seu redor. E isso é só começo.

Bem-vindo a um novo mundo."

Vejo muitas pessoas criticando a Apple e falando que ela morreu, mas a verdade é que eles não possuem conhecimentos para alegar essa tal afirmação.

O Arkit possui um grau de maturidade impressionante (que deixa no chinelo o seu concorrente do Google chamado Arcore)!

Mas o que falta para o Arkit ganhar populariedade? 

Este é o começo de uma nova era para a realidade aumentada da Apple. Quando a Apple lançou o ARKit em 2017, a plataforma de realidade aumentada foi aclamada como uma virada de jogo. Dois anos depois, o esforço de AR da Apple parece pronto para oferecer o tipo de experiência que deixa o CEO Tim Cook tão empolgado que ele quer gritar.

Com a chegada do Iphone 11 dá para entendermos exatamente o porque da euforia do Tim Cook. (Explicarei mais abaixo)

Abaixo eu descrevo os dois principais pontos que faltavam para a Apple ganhar adesão da massa e enfim se tornar a primeira empresa atuante nas classes A até a D.

O primeiro ponto, seria em tornar o Iphone mais acessível! O principal freio de mão da Apple esta no valor dos seus produtos. Mas isso tende a mudar...

A Apple reconhece que ela não é um produto da massa, contudo pelo visto a Apple planeja mudar isso. Eu particulamente sempre percebi que a Apple era a única empresa do mundo a atuar na classe A e classe C e D. Vejamos...

Segundo a Cissa Magazine os Iphone mais vendidos em 2019 foram: Iphone 6s, Iphone SE, Iphone X,... na lista tem até Iphone 5S

(veja mais em Cissa Magazine)

Vale ressaltar o que eu vejo sendo como a principal estratégia da Apple:

Recentemente e Apple anunciou que o Iphone X e o XS foram descontinuados! (Clique aqui e veja mais)

Com a descontinuação vem também a depreciação... ou seja, preços mais baixos esperados para o Iphone X e XS.

Já o segundo item para tornar ainda mais popular o Arkit que era justamente o poder de mapeamento de objetos que era muito prejudicado com as atuais câmeras da Apple.

E por isso o foco da Apple foi exatamente em elevar a qualidade das suas câmeras, sensor Infravermelho incluindo e implementação do Machine Learing Deep Fusion para um mapeamento de profundidade com maior exatidão.

Abaixo segue um gif mostrando como poderia escanear um objeto usando o smartphone.

Ar GIF

Segue também um vídeo e demo de como funciona o Arkit

Demo do Arkit:

https://www.inovarti.com.br/arkit/

Pois bem! O artigo ficou muito extenso...

Infelizmente isso aconteceu pelo detalhamento técnico do post. Irei escrever mais sobre as inovações da Apple e como podemos usar esses recursos no e-commerce. Aqui na Inovarti já estamos em nosso Labs desenvolvendo módulos e ferramentas com Apple Pay, Arkit, Apple Sign in e Machine Learning usando Watson da IBM.

Espero que tenham gostado! vlw

Compartilhe:
Artigos Relacionados
Recomendamos para você